segunda-feira, 2 de junho de 2008

Diva

Pois ocorreu que neste fim de semana sucumbi ao meu próprio consumismo e fui ao sebo. Namoramo-nos por algum tempo, não sabia o preço, mas queria-o. Não me aguentei e comprei-o clássico e cheio de descrições minuciosas de roupas como ele era.
Passamos o fim de semana juntos na minha cama, mas dei cabo dele em uma noite.

_____

Diva, de José de Alencar é um livro fascinante. Primeiro por ser romântico e ter neste adjetivo toda uma estrutura de paixões arebatadoras e uma história fatal (no sentido de definitiva). Depois por que você não entende a protagonista Mila - talvez por isso ela seja a mocinha perfeita mais imperfeita que eu já li.
Mila, ou Emília, é linda, rica, culta, prendada e pura. Inclusive, tem pudores que beiram o absurdo. Apesar disso, ela é por vezes cruel.
Acho até que a crueldade dela é força motriz da narrativa e elemento fundamental para que torçamos do começo ao fim por Augusto, mocinho médico mulato, orgulhoso e tão fascinante quanto a mocinha.
A história gira em torno dos dois e é um jogo, grande queda de braço e linda história de amor.

Pra ler, basta clicar aqui.



____



E como eu disse num post abaixo, Diva, Lucíola e Senhora foram temas de Essas mulheres, uma novela da Record, onde Mila, era interpretada pela atriz Miriam Freeland.

4 comentários:

Diva disse...

acho que vou ler. combina muito comigo.

Cintia Casati disse...

vc j� viu a novela??
passou na record um tempo atr�s... tinha mais 2 outras obras...
as mocinhas se encontravam na trama... mto legal!
=)

Naomy olywer disse...

muito legal...show mesmo...abraço

bia de barros disse...

cheguei a assistir alguns capítulos desta novela. foi uma adaptação bem interessante. x)

*=